segunda-feira, 10 de fevereiro de 2014

TERRA E COR DA CANÇÃO NATIVA E FESTA DA MELANCIA ENCERRA COM SUCESSO DE PÚBLICO



Pedro Osório realizou um dos seus maiores eventos  nos dias 7,8 e 9 de fevereiro, aconteceu nas dependências do Sindicato Rural a 18ª  edição do Terra e Cor da Canção Nativa, em conjunto com a Expo Festa  da Melancia, já em sua 13ª edição. A presença de público, segundo a comissão organizadora, foi  superior  as edições anteriores, palco central recebeu várias Bandas, cantores e autoridades do município e região.
A diversidade cultural  e atividades esportivas velo terra, jeep trial, praça de alimentação e expositores da região agradaram o público.
CONFIRA A LISTA DE PREMIADOS DO XVIII  TERRA & COR DA CANÇÃO NATIVA:

1º Lugar:
 Melhor Poesia, Melhor Arranjo 
DOS OUTONOS E SEUS RASTROS
( milonga )
Letra: Deivid Damaceno
Música: Alexandre Taveira e Maicon Paiva
Intérprete: Alexandre Taveira e Deivid Damaceno
Cidade: Pedro Osório.
No palco: Carlos de Césaro ( baixo ), Caio Azambuja ( gaita ), Davi Covaleski ( violão ) e Egbert Parada (violão)

2º Lugar:
COPLITAS PRA ZAINA NEGRA
( chamarrita )
Letra: Paulo Ozorio Lemes
Música e interpretação: Alex Har
Cidade: Santana do Livramento
No palco: Ricardo Comasseto ( gaita botoneira ), Davi Covaleski ( violão solo ), Cristhian Camargo ( guitarron ), Carlos de Césaro ( baixo ) e Osvaldo Vieira ( violão solo ).

Mais Popular:
MILONGA NOTURNA
(milonga)
Letra: Chico Farias
Música e Interpretação: Leandro Bitencourt
Cidade: Pedro Osório
No palco: Frederico Viana ( violão ) e Adailson Tavares ( violão )

Melhor Melodia:
TIRANA
( chamarra )
Letra, música e interpretação: Frederico Viana
Cidade: Pelotas
No palco: Egbert Parada (violão) e Jeferson Devens ( violão )

Melhor Instrumentista:
CAIO AZAMBUJA, por Dos Outonos e Outros Rastros

Melhor Intérprete:
ALEXANDRE TAVEIRA, por Dos Outonos e Outros Rastros